---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa na próxima segunda-feira (10) em Joaçaba

Publicado em 07/02/2020 às 15:14 - Atualizado em 07/02/2020 às 16:47

Inicia na próxima segunda-feira (10) e vai até 13 de março mais uma Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que tem por objetivo interromper a circulação do vírus e proteger os grupos mais vulneráveis, tendo em vista o atual quadro epidemiológico do Sarampo, que só em 2019, foram confirmados 276 casos em Santa Catarina.

Nesta primeira etapa da campanha, que é seletiva e de intensificação, serão vacinadas pessoas de seis meses até 49 anos, sendo que a vacina está disponível por rotina durante todo o ano para pessoas dessa idade, as quais podem e devem se vacinar em qualquer momento.  Além disso, qualquer pessoa, independente da faixa etária, que se esteve em cidades com casos confirmados da doença podem se vacinar, sempre respeitando as contraindicações (gestantes e imunodeprimidos)

A meta é atingir 95% de cobertura vacinal. Além da vacina contra o sarampo (tríplice viral que protege também contra caxumba e rubéola), a campanha será uma oportunidade para atualizar a caderneta de vacinação da população alvo da campanha. A pessoa até 29 anos é considerada imunizada se tiver registro de duas doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e acima desta faixa etária é necessário apenas uma dose da vacina. Profissionais da saúde de qualquer idade devem fazer duas doses da vacina.

A vacina é a única forma de prevenção e em Joaçaba, está disponível nas salas de vacinação dos ESF’s Centro 1, Frei Bruno, Santa Tereza, Vila Pedrini, Vila Remor e Nossa Senhora de Lurdes, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Também terá o dia D de vacinação no dia 15 de fevereiro (sábado), quando as Unidades de Saúde do Centro 1 e Nossa Senhora de Lurdes atenderão das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia.  

 

Saiba mais sobre o Sarampo

 

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral, transmissível e extremamente contagiosa. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias ao falar, tossir, espirrar. Os principais sintomas são febre alta, conjuntivite, tosse e coriza e manchas vermelhas pelo corpo (exantema).